terça-feira, 25 de setembro de 2012

Sporting com uma nova vida?


A vitória de ontem sobre o Gil Vicente, deu uma nova vida ao leão mas também ao seu treinador. É notório que pelos corredores de Alvalade há quem já esteja farto de Sá Pinto, da mesma forma que anteriormente esteve contra Domingos. 
Contudo, Sá Pinto tem uma ligação especial aos adeptos, o que não acontecia com Domingos. Sá é leão do coração e Domingos tem o coração azul e branco, pelo que os adeptos tolerarão mais os erros de Sá Pinto do que qualquer outro treinador leonino. Até mesmo Paulo Bento.
Um triunfo ontem era fundamental não só para Sá como para Godinho Lopes. Os dois estão na corda bamba e mais uma época frustrante acabará com a marcação de eleições antecipadas.
No entanto, há uma dupla que tem a sua temporada decisiva. Estou a falar de Duque e Carlos Freitas. Estes dois terão de provar que o seu regresso ao Sporting é uma mais valia, porque são eles os responsáveis pela contratação de jogadores. Ou seja, Sá Pinto pede mas Duque e Freitas é que escolhem. 

A vitória de ontem não pode trazer conclusões. O Gil é uma equipa muito má no ataque. Forte a defender mas no ataque ainda tem algumas lacunas. Os dois próximos jogos serão importantes. Em casa com o Estoril e no Dragão. Se o jogo com os canarinhos é de expectativa, a partida no Dragão pode indicar dois momentos: se o Sporting vencer a retoma é uma realidade. Contudo, se o Sporting perder Sá Pinto não terá mais margem de manobra, até porque a distância já começa a ser preocupante. 

Ainda é cedo para percebermos se o Leão tem uma nova vida, no entanto parece que a garra está de volta. 

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Xistra sempre ele

O futebol português tem um défice de qualidade dos árbitros. Isto é inegável. Bruno Paixão, Cosme Machado, Carlos Xistra, Paulo Baptista. Não referi mais nome porque estes são aqueles que andam cá à mais tempo. 
Confesso que ao ver Bruno Paixão num campo de futebol causa-me arrepios. Não entendo como é que aquele profissional ainda não foi despromovido.
Da nossa elite, temos dois bons árbitros: Duarte Gomes e Pedro Proença. O resto não tem capacidade técnica para apitar jogos do 1º escalão. 
Não colocando em causa a seriedade destes árbitros, a sua fraca prestação e os consequente erros colocam em causa a honestidade. Para além de desvirtuarem os campeonatos. 
O caminho da profissionalização é importante, mas não se pode continuar a admitir nos nossos campos árbitros incompetentes. O que se passou ontem em Coimbra foi mau de mais. Xistra prejudicou intencionalmente o Benfica, no entanto a Académica também tem razões de queixa. 
Eu percebo que nas condições actuais ninguém queira ir para árbitro, mas por amor de deus não continuem com os Benquerenças, Xistras, Paixões ou outras aves raras.
Pelo segundo ano consecutivo o Benfica é prejudicado em Coimbra. 

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Começo auspicioso

FC Porto, Benfica e Sp.Braga jogaram esta semana a primeira jornada da Champions. O saldo foi o triplo. Vitória para dragões, empate para águias e derrota para bracarenses.
Este era um jogo importante para os três maiores de Portugal, porque é o inicio de um ciclo desgastante e sem interrupções.
FCP e Benfica começaram uma nova era depois de verem partir os seus craques. O FCP venceu mas não se pode dizer que o jogo em Zagreb tinha sido uma amostra da equipa pós-Hulk. Testes mais dificeis vão comprovar a fiabilidade desta equipa que tem centrais, médios e pontas de lança a menos para uma equipa que se exige dominio em todos os jogos.
O Benfica tem muito trabalho pela frente. Arranjar uma forma nova de jogar dentro do mesmo sistema é a tarefa e Jesus. Ontem viu-se um Benfica a medo, porque foi a primeira vez que jogou sem Javi e Witsel. Sendo Jesus um treinador complicado é provável que ao longo da época haja variantes.
O Braga perdeu com o Cluj, depois da derrota frente ao Paços. Embora os bracarenses tenham perdido não se pode colocar em causa o trabalho de Peseiro, embora este seja também tentado a mudar a equipa.

Tendo em conta os adversários, as equipas portuguesas podem sonhar, mas na 2ª jornada terão de dar mais e melhor, sobretudo águias e guerreiros.

Hoje entram em campo as equipas da Liga Europa. Sporting vai tentar esquecer a crise. Maritimo e Académica fazem a estreia nesta Europa das Jornadas. Dificuldades para ambos, até para a Briosa que vai sentir o peso do regresso aos grandes palcos. 


quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Caso Luisão


Retomamos este projecto com o caso Luisão. A agressão do jogador a um árbitro é uma situação grave. No entanto, o espalhafadato que o senhor Juiz é que deveria ser punido. Se repararmos bem Luisão tenta defender os seus colegas e escorrega no relvado, atingindo o árbitro, que depois fez uma cena lamentável e com o mundo todo a assistir.
Pode-se dizer que Luisão deveria ter outro tipo de abordagem, mas não estamos perante um daqueles casos graves de agressão propositada e intencional.
Houve uma certa negligência por parte do jogador mas tendo em conta que não houve intenção, o castigo é inapropriado e desajustado à realidade e importância do jogo.